Escanteio SP
Facebook Escanteio SPTwitter Escanteio SPInstagram Escanteio SP

Com foco no ataque, Escanteio SP monta seleção da 13ª rodada da Série A3

Atacantes e meias tiveram participação decisiva em vitórias de seus times

Redação Publicado em 27/09/2020, às 18h36

Noroeste venceu mais uma
Noroeste venceu mais uma - Foto: Bruno Freitas/EC Noroeste

A 13ª rodada do Campeonato Paulista da Série A3 foi marcado por ótimas atuações de centroavantes e meio-campistas ofensivos. Deste modo, o Escanteio SP decidiu montar a seleção com três zagueiros, sendo dois laterais improvisados para dar ênfase aos jogadores que brilharam no ataque.

Veja a seleção montada pela equipe do Escanteio SP: Douglas (Nacional); Blade (Noroeste), Dante (EC São Bernardo) e Brayan (Comercial); Giovanny Morais (Desportivo Brasil), Douglas Netto (Capivariano), Igor Pimenta (Noroeste) e Thiago Humberto (Linense); Biro Paraíba (Comercial), Lucas Duni (Velo Clube) e André Martins (Capivariano). Treinador: Oliveira (Paulista).

Por que o Escanteio SP escolheu cada jogador?

Douglas (Nacional): Se o Nacional conseguiu ao menos um empate contra o EC São Bernardo, Douglas é o principal responsável. Além de defesas providenciais com a bola rolando, o arqueiro salvou o Naça espalmando um pênalti ainda no primeiro tempo.

Douglas garantiu o empate para o Naça - Foto: Bruno Ulivieri/Nacional AC

 

Matheus Blade (Noroeste): Foi a principal válvula de escape do Noroeste pela lateral direita na vitória sobre o Barretos. Ele se apresentou bastante no ataque, por vezes como o jogador mais avançado pela ponta direita, e teve velocidade para recompor na marcação. Não teve culpa no gol sofrido nos acréscimos.

Dante (EC São Bernardo): Em um jogo muito truncado com o Nacional, o zagueiro do EC São Bernardo fez uma partida segura para brecar a velocidade dos homens de frente do rival. De quebra, ainda apareceu como alternativa ofensiva nas bolas aéreas.

Brayan (Comercial): Coringa de Fahel Júnior, o lateral-esquerdo começou o jogo em sua posição de origem e teve boa participação. No segundo tempo, com a entrada de Cortez, foi deslocado para o meio-de-campo e salvou um gol do Primavera em cima da linha, contribuindo para o triunfo do Bafo

Igor Pimenta (Noroeste): O meio-campo do Noroeste se apresentou bem durante a maior parte do jogo contra o Barretos e Pimenta ganha o maior destaque pelo gol de pênalti, que abriu o placar no triunfo. 

Igor Pimenta marcou de pênalti - Foto: Bruno Freitas/EC Noroeste

 

Douglas Netto (Capivariano): Em uma tarde inspirada do ataque da equipe de Capivari, o camisa 10 municiou bem os companheiros de frente e de quebra ainda marcou um dos gols da vitória acachapante por 4 a 1 sobre o Marília.

Thiago Humberto (Linense): O Elefante colocou um pé no mata-mata ao vencer o confronto direto contra o Olímpia e Thiago Humberto teve participação importante. O camisa 10 teve boa atuação, deu uma assistência e ainda marcou o segundo gol da vitória por 2 a 1.

Giovanny Morais (Desportivo Brasil): Apesar da derrota para o Paulista, o garoto de 19 anos teve ótima atuação. Cria das categorias de base do próprio Dragão Chinês, o jogador deu uma assistência e fez um belo gol no revés de seu time em Porto Feliz.

Biro Paraíba (Comercial): Biro Paraíba foi o grande nome da vitória do Comercial sobre o Primavera. Participativo, o atacante marcou duas vezes, uma delas na parte final do jogo, para garantir mais uma vitória do Bafo por 3 a 2.

Biro Paraíba se destacou pelo Bafo - Foto: Rafael Alves/Comercial FC

 

Lucas Duni (Velo Clube): Aos 24 anos, Lucas Duni vem se credenciando como um dos pilares do Galo Vermelho. Diante do Grêmio Osasco, o atacante marcou o seu quarto gol na competição e garantiu a vitória do Velo Clube pelo placar mínimo.

André Martins (Capivariano): Com apenas 18 anos, André Martins viveu uma tarde inesquecível contra o Marília. Frio na cara do goleiro, o garoto marcou três gols na vitória do Capivariano sobre o MAC por 4 a 1.

Oliveira (Paulista): Precisando vencer de qualquer jeito para seguir vivo na luta contra o descenso, o técnico passou tranquilidade aos jogadores. O time de Jundiaí, mesmo com toda a pressão de um possível novo rebaixamento, mostrou consistência nos 90 minutos e fez por merecer a vitória sobre o Desportivo Brasil.