Escanteio SP
Facebook Escanteio SPTwitter Escanteio SPInstagram Escanteio SP

Com garotada, Escanteio SP monta seleção da 5ª rodada da Copa Paulista

Jovens promessas, Gustavo Nescau, João Veras e Gabriel Santos entraram no time ideal da rodada

Redação Publicado em 24/11/2020, às 15h39

Marília venceu com contundência o Novorizontino
Marília venceu com contundência o Novorizontino - Foto: Matheus Dahsan/Marília AC

Com alguns times usando jogadores do sub-20, vários garotos estão tendo a oportunidade de aparecer para o futebol profissional na Copa Paulista, como foi o caso de Dudu Hatamoto, que aos 17 anos estreou pela equipe principal do Botafogo após brilhar no elenco ‘alternativo’. Dando moral para a garotada, a seleção do Escanteio SP da quinta rodada teve a presença de três jovens jogadores: João Veras, Gustavo Nescau e Gabriel Santos.

Veja a seleção escolhida pela equipe do Escanteio SP: David (Água Santa), Danilo Baia (Portuguesa), Robson (Água Santa), Gabriel Santos(Botafogo) e Matheus Leal (Portuguesa Santista); Felipe Cordeiro (Marília), Rodrigo Sam (Água Santa) e João Veras (Ponte Preta); Wesley Tanque (Comercial), Gustavo Nescau (Marília) e Fabinho (XV de Piracicaba). Treinador: Guilherme Alves (Marília).

Entenda por que o Escanteio SP escolheu cada jogador

David (Água Santa): Mesmo dominando o Guarani durante grande parte do jogo, o Água Santa sofreu dois sustos na vitória por 1 a 0. E coube ao goleiro com passagens pelas seleções de base do Brasil ser decisivo. Na segunda intervenção, já nos acréscimos do segundo tempo, David pulou no ângulo para espalmar chute.

Danilo Baia (Portuguesa): Apesar dos vários desfalques no miolo de zaga, a Lusa teve mais uma ótima jornada defensiva diante do Nacional. Além de seguro na defesa, Danilo Baia, que foi titular da Portuguesa depois de quase três meses, deu assistência para o único gol do jogo.

Robson (Água Santa): Aos poucos, o Netuno vem evoluindo defensivamente na Copa Paulista. Pelo segundo jogo consecutivo, Robson teve boa atuação na retaguarda do Água Santa, que não foi vazado.

Robson entrou na seleção pela 2ª rodada seguida - Foto: Michael Sanches/Água Santa

 

Gabriel Santos (Botafogo): O garoto de 19 anos teve uma atuação segura diante do Rio Preto. Instantes após o Pantera sair atrás, ele subiu bem em cobrança de escanteio, cabeceou e a bola bateu na marcação antes de entrar. Mesmo com o gol sido anotado como contra, Gabriel Santos foi um dos destaques do Botafogo no empate por 1 a 1.

Matheus Leal (Portuguesa Santista): Atuando os 90 minutos, Matheus Leal foi seguro na defesa e ainda criou oportunidades de gol avançando pela esquerda. Além disso, não teve responsabilidade no gol do São Bernardo, marcado de pênalti.

Felipe Cordeiro (Marília): Sem sofrer maiores sustos defensivos diante do Novorizontino, o volante, que deu ótima sustentação à defesa, aproveitou para subir ao ataque e dar a assistência para o segundo gol do MAC no triunfo sobre o Novorizontino.

Rodrigo Sam (Água Santa): O volante teve participação efetiva no Água Santa tanto no ataque quanto na defesa. Na primeira etapa, participou das principais ações ofensivas do time. No segundo tempo, protegeu a defesa, que saiu intacta diante do Guarani.

João Veras (Ponte Preta): Mais um jogo, mais um gol para João Veras. Em jogo direto e equilibrado contra o Juventus, o artilheiro da Copa Paulista marcou o primeiro gol aos 30 minutos, abrindo o caminho para a vitória por 2 a 0 que deixa a equipe com um pé na fase final.

João Veras já tem quatro gols na competição - Foto: Ale Viana/ C.A. Juventus

 

Wesley Tanque (Comercial): Centroavante nato, Wesley Tanque aproveitou as oportunidades que teve e marcou duas vezes contra o Atibaia, garantindo a vitória e a classificação ao Comercial na Copa Paulista. Ele é um dos artilheiros da competição com quatro gols. 

Gustavo Nescau (Marília): Joia do MAC, o atacante brilhou na vitória diante do Novorizontino ao participar de todos os gols. Ele teve presença de artilheiro para marcar os dois primeiros gols e brigou pela bola no tento de Luan Gama, que fechou o placar em 3 a 0.

Gustavo Nescau tem três gols na Copa Paulista- Foto: Foto: Matheus Dahsan/Marília AC

 

Fabinho (XV de Piracicaba): O XV de Piracicaba tem a melhor campanha da Copa Paulista, com cinco vitórias em cinco jogos. Na vitória por 2 a 1 contra o Audax, Fabinho foi o destaque ofensivo, dando assistência para o primeiro gol e marcando o segundo.

Guilherme Alves (Marília): O MAC tem, ao lado de Botafogo e Portuguesa, o melhor ataque da competição, mas a defesa estava deixando a desejar. Contra o Novorizontino, o treinador conseguiu dar equilíbrio ao time, que construiu naturalmente a vitória sem sofrer gols.