Escanteio SP
Facebook Escanteio SPTwitter Escanteio SPInstagram Escanteio SP

Comercial faz 5 a 0 no Rio Preto, vence a primeira no Palma Travassos e se afasta do Z2

Bafo foi ao intervalo vencendo por 3 a 0 e aumentou o placar no segundo tempo em partida da Série A3

Redação Publicado em 17/05/2021, às 18h50

Comercial venceu com autoridade
Comercial venceu com autoridade - Foto: Rafael Alves/Comercial FC

O Comercial conquistou sua primeira vitória jogando no Palma Travassos pelo Campeonato Paulista da Série A3 de 2021 durante a tarde desta segunda-feira. Recebendo o Rio Preto pela 12ª rodada, o Bafo fez um grande primeiro tempo e venceu por 5 a 0. Danillo Ribeiro, Felipinho (duas vezes), Rafael Tanque e Agnaldo marcaram os gols.

Com o resultado, o Comercial vai aos 15 pontos, sobe para a 12ª posição e volta a vencer após cinco jogos. O Rio Preto, por sua vez, estaciona nos 13 pontos e ocupa a 14ª colocação, primeira fora da zona de rebaixamento. O Jacaré tem quatro pontos de vantagem em relação ao Batatais, que abre o Z2.

Comercial e Rio Preto voltam aos gramados pela Série A3 nesta quinta-feira. Às 15 horas, o Jacaré visita o Capivariano em Porto Feliz. Um pouco mais tarde, às 17 horas, o Bafo vai até o Abreuzão enfrentar o Marília.

Primeiro tempo irretocável do Comercial

Dominando o começo do primeiro tempo, o Comercial saiu na frente aos 22 minutos. Felipinho aproveitou bobeada da defesa, saiu na cara do gol e mostrou categoria para balançar as redes.  

O Comercial contou com uma nova bobeira da zaga do Rio Preto para ampliar o marcador ainda na primeira etapa. Após lançamento do goleiro Max Muralha, os zagueiros do Rio Preto bateram cabeça e Rafael Tanque ficou com a bola. O centroavante não foi egoísta e rolou para Felipinho marcar mais um.

Em um primeiro tempo para lavar a alma, o Comercial chegou ao terceiro gol com Danillo Ribeiro. O camisa 10 mostrou toda a sua categoria e cobrou falta da entrada da área com perfeição, no ângulo.

Bafo amplia placar e lava a alma

O Comercial não baixou o ritmo no segundo tempo, mesmo com o treinador Betão Alcântara fazendo substituições. Lucas Shallon puxou contra-ataque e sofreu pênalti. Na cobrança, Rafael Tanque deixou o seu. 

Para fechar o placar em um sonoro 5 a 0, Agnaldo, que entrou no segundo tempo, avançou em velocidade, passou como quis pela marcação e bateu rasteiro para marcar um belo gol.