Escanteio SP
Facebook Escanteio SPTwitter Escanteio SPInstagram Escanteio SP

São Caetano reage no último lance e elimina XV nos pênaltis pela Copa Paulista

Azulão empatou o jogo em 1 a 1 aos 50 minutos do 2º tempo e venceu as cobranças de pênaltis

Redação Publicado em 26/10/2021, às 20h53

São Caetano buscou o empate aos 50 minutos do 2º tempo
São Caetano buscou o empate aos 50 minutos do 2º tempo - Foto: São Caetano

O São Caetano conseguiu uma reação histórica nesta terça-feira (26) e avançou às semifinais da Copa Paulista. O Azulão visitou o XV de Piracicaba, arrancou o empate por 1 a 1 já no útimo lance e venceu as cobranças de pênaltis por 4 a 3.

Paraíba, ainda no 1º tempo, e Guerreiro, no último lance da etapa final, marcaram os gols da partida. Com o empate por 1 a 1 no jogo de ida e a nova igualdade no Barão de Serra Negra, a vaga foi decidida nas penalidades.

Portuga, Rato, Petrolina e Damasceno acertaram suas cobranças e garantiram o Azulão nas semifinais.

1.519 torcedores do XV apoiaram a equipe no Barão de Serra Negra (Foto: Michel Lambstein/VX de Piracicaba)

 

A equipe do ABC ainda espera a definição do seu próximo adversário. Jogando no mesmo horário, a Portuguesa também avançou às semifinais. Nesta quarta-feira, Noroeste x Botafogo, e São Bernardo x EC São Bernardo definem os últimos classificados. O critério de cruzamento é o aproveitamento na competição.

Por outro lado, o XV de Piracicaba se despede da temporada e volta suas atenções para a Série A2 do Campeonato Paulista de 2022.

O jogo

Jogando em casa, o XV de Piracicaba foi para cima no 1º tempo e pressionou os visitantes. Lúcio Flávio teve duas boas chances para abrir o placar, primeiro pelo alto, depois em batida de primeira com o pé esquerdo. 

Mas foi Paraíba quem abriu o placar aos 32 minutos. Boa jogada coletiva do XV na intermediára, Kaike recebeu na ponta e arriscou para defesa de Luiz. No rebote, o camisa 8 dominou, cortou Ruan e soltou uma bomba para marcar. 

Melhor na partida, os mandantes administraram a vantagem e foram para o intervalo sem sustos. Na etapa final, a equipe de Luciano Dias recuou e deu espaço para o São Caetano correr em busca do empate. 

O Azulão tentou muito pelos lados e com a bola parada, e chegou a balançar as redes aos dez minutos, com Portuga pegando uma bola em cheio após cobrança de escanteio. A arbitragem, porém, marcou impedimento no lance; e o VAR, após cerca de três minutos de paralisação, confirmou a marcação.

No último lance do jogo e na base da pressão, o São Caetano desceu pela esquerda, Ruan cruzou e Josué ajeitou na segunda trave. A bola sobrou para Guerreiro, que cabeceou firme e deixou tudo igual. Pênaltis. 

Decisão nos pênaltis

Nas penalidades, o São Caetano se deu melhor e venceu por 4 a 3. Portuga, Rato, Petrolina e Damasceno acertaram para o Azulão, enquanto Max foi o único que falhou. Já no lado do XV, Martins, Ítalo, Lucas de Sá acertaram, mas Weriton e Carlos Alberto desperdiçaram suas batidas.