Escanteio SP
Facebook Escanteio SPTwitter Escanteio SPInstagram Escanteio SP

Escanteio SP divulga seleção da Copa Paulista de 2021

Campeão, São Bernardo teve o craque e foi a base da seleção; Botafogo, Lusa, São Caetano e EC São Bernardo tiveram representantes

Lorenzo Meyer, Enrico Liberatori, Gabriel Ambrós, Guilherme Goya, Guilherme Medeiros e Nicola Ferreira Publicado em 19/11/2021, às 00h25

São Bernardo formou a base da seleção
São Bernardo formou a base da seleção - Foto: Rodrigo Corsi/Paulistão

A Copa Paulista chegou ao fimno último domingo e, como já virou tradição nas competições de acesso do futebol do Estado, o Escanteio SP divulgou sua seleção do torneio nesta quinta-feira. O time ideal do campeonato foi revelado através de uma live nas redes sociais do veículo. 

Campeão do torneio, o São Bernardo FC foi o time com maior número de representantes na seleção, com quatro jogadores. Além disso, Rodrigo Souza, volante do Bernô, foi eleito o craque. Levando em consideração treinador e revelação, o São Caetano, dono da campanha mais surpreendente positivamente, também teve quatro representantes. Portuguesa, Botafogo e EC São Bernardo tiveram jogadores no time ideal da Copa Paulista. 

+ Apoie o Escanteio SP e receba indicações de apostas em competições do futebol paulista

A seleção foi eleita através da votação de seis dos jornalistas que fazem parte da equipe do Escanteio SP: Enrico Liberatori, Gabriel Ambrós, Guilherme Goya, Guilherme Medeiros, Lorenzo Meyer e Nicola Ferreira. Os jogadores mais votados entraram na seleção (confira a contabilidade dos votos no final da matéria).

Veja a seleção da Copa Paulista: Thomazella (Portuguesa); Eduardo Diniz (São Bernardo FC), Renan Diniz (São Bernardo FC), Diego Guerra (Botafogo) e Pará (São Bernardo FC); Rodrigo Souza (São Bernardo FC), Christianno (São Caetano) e Portuga (São Caetano); Chuck (EC São Bernardo), Caio Mancha (Portuguesa) e Bruno Michel (Botafogo). Treinador: Max Sandro (São Caetano). Craque: Rodrigo Souza (São Bernardo FC). Revelação: Ruan (São Caetano)

Entenda por que o Escanteio SP escolheu cada jogador

 

Thomazella (Portuguesa)

Thomazella já renovou com a Portuguesa para a Série A2 do ano que vem - Foto: Dorival Rosa/Portuguesa

 

O goleiro foi um dos destaques da Portuguesa na Copa Paulista. Após fazer uma primeira fase segura, a defesa da Portuguesa passou a ter dificuldades no mata-mata. E foi nesse momento que Thomazella brilhou, fazendo ótimas defesas, sobretudo no jogo de volta das quartas de final contra o Votuporanguense e no duelo de ida das semifinais contra o Botafogo. Não à toa o jogador de 31 anos renovou com a Lusa para o ano que vem, mesmo com a grande reformulação do elenco rubro-verde.

Eduardo Diniz (São Bernardo FC)

Eduardo Diniz tem mais de 100 jogos com a camisa do São Bernardo - Foto: Rodrigo Corsi/Paulistão

 

Um dos maiores ídolos da história do São Bernardo FC, o lateral-direito foi premiado por sua regularidade na competição. Seguro defensivamente, muito técnico nos cruzamentos e importante na criação de jogadas, Eduardo Diniz foi um dos destaques do Bernô ao longo da campanha. O jogador de 32 anos esteve em praticamente todas as conquistas do Tigre em sua história. 

Renan Diniz (São Bernardo FC)

Renan Diniz atuou por quatro temporadas no futebol da Turquia antes de chegar ao Bernô - Foto: Rodrigo Corsi/Paulistão

 

O zagueiro já havia feito uma ótima reta final de Série A2. Após rápida passagem pelo Mirassol, Renan Diniz retornou ao Bernô para a Copa Paulista e logo retomou o posto de titular no sistema defensivo. Zagueiro de boa técnica, o jogador de 28 anos mostrou ótimo senso de posicionamento e força na bola aérea para ajudar o Bernô a conquistar mais uma taça.

Diego Guerra (Botafogo)

Diego Guerra renovou com o Botafogo para o Paulistão - Foto: Rodrigo Corsi/Paulistão

 

O Botafogo teve a melhor defesa da competição, com apenas seis gols tomados. O time, inclusive, ficou a primeira fase inteira sem sofrer sequer um gol. E um dos principais responsáveis por isso foi Diego Guerra. O zagueiro de 31 anos teve boas atuações em quase todos os jogos da Copa Paulista e mostrou porque ganhou a confiança do Fogão para permanecer no time de olho na disputa do Paulistão de 2022.

Pará (São Bernardo FC)

Pará já tinha entrado na seleção da última Série A2 - Foto: Alexandre Battibugli/Paulistão

 

A Copa Paulista serviu para premiar um ano excepcional do lateral-esquerdo. Aos 34 anos, Pará se destacou por sua regularidade e equilíbrio, atacando e defendendo muito bem. Além disso, o jogador mostrou toda sua técnica para marcar um dos vários gols de falta do torneio. Pará é, sem dúvida, o melhor de sua posição se levarmos em consideração as últimas duas temporadas das divisões de acesso do futebol paulista. Ele recebeu votos para entrar nas seleções de todas as competições que o Escanteio SP cobriu até aqui: Série A2 de 2020 e 2021 e Copa Paulista de 2020 e 2021. É um dos pilares do ótimo projeto que o Bernô tem.

Rodrigo Souza (São Bernardo FC)

Rodrigo Souza tem mais de 50 partidas pelo São Bernardo FC - Foto: Rodrigo Corsi/Paulistão

 

O volante é mais um nome do São Bernardo FC que se destaca desde o ano passado e teve um 2021 brilhante. Além de ótimo marcador, o jogador de 34 anos se destacou por seu apoio ofensivo, participando direta e indiretamente de quase todos os gols do Bernô no mata-mata. Rodrigo Souza foi o único atleta que recebeu votos de todos os integrantes do Escanteio SP para entrar na seleção. Não à toa foi eleito o melhor jogador da Copa Paulista.

Christianno (São Caetano)

Christianno teve passagem pelo Vasco em 2016 - Foto: Divulgação/São Caetano

 

Lateral de origem, Christianno foi testado por Max Sandro em uma nova função durante a Série A2: segundo volante. E foi nessa posição que o jogador alavancou seu futebol e o rendimento de todo o time do São Caetano. Alinhando força física e velocidade a qualidade no passe e boa finalização, o volante de 30 anos foi o meio-campista com mais participações diretas em gols na competição.

Portuga (São Caetano)

Portuga teve passagem pelo Grêmio, onde atuou no time de aspirantes - Foto: Divulgação/São Caetano

 

O meia-atacante já havia feito uma boa Copa Paulista em 2018 pelo Juventus, tanto é que passou a defender o Grêmio no ano seguinte. De volta ao futebol do estado para a Série A1, o jogador de 23 anos permaneceu no Azulão para a Copa Paulista e foi um dos pilares do time. Jogando como um camisa 9, mas com liberdade para se movimentar, Portuga mostrou faro de gol e foi um dos jogadores que mais construiu oportunidades de gol para sua equipe na competição.

Chuck (EC São Bernardo)

Chuck está no EC São Bernardo há dois anos - Foto: Divulgação/ EC São Bernardo

 

O Brinquedo Assassino simplesmente tocou o terror na zaga dos adversários durante a Copa Paulista e foi o grande responsável pela campanha surpreendente do Cachorrão. Aos 33 anos, o atacante abusou de sua velocidade e mostrou bom poder de finalização para participar diretamente de mais de 60% dos gols do EC São Bernardo. Foram três gols e duas assistências em oito jogos. O ídolo do time do ABC Paulista foi o melhor jogador da primeira fase do torneio.

Bruno Michel (Botafogo)

Bruno Michel é cria da base do Atlético-MG - Foto: Rodrigo Corsi/Paulistão

 

O atacante de 22 anos foi reserva do Botafogo até o segundo jogo das semifinais, mas isso não o impediu de ser um dos protagonistas do torneio. Foram quatro gols e duas assistências apenas no mata-mata. Nas semifinais diante da Portuguesa, ele participou diretamente dos quatro gols do Botafogo. Veloz e com ótimo aproveitamento nas finalizações, já que não teve tantos minutos em campo, foi sem dúvida o grande nome do vice-campeão Botafogo na competição.

Caio Mancha (Portuguesa)

Caio Mancha marcou seis gols em 10 jogos na Copa Paulista - Foto: Dorival Rosa/Portuguesa

 

A Portuguesa teve dificuldades para encontrar seu camisa 9 em boa parte da temporada, mas achou na Copa Paulista. Centroavante de almanaque, que fica dentro da área apenas esperando ser servido por seus companheiros, Caio Mancha foi o artilheiro do torneio, com seis gols marcados em 10 jogos, e balançou as redes em boa parte das oportunidades que teve, cumprindo muito bem seu papel.

Max Sandro (São Caetano)

Max Sandro tem Axel, ex-treinador da Portuguesa Santista, como auxiliar - Foto: Divulgação/São Caetano

 

O Azulão chegou para a Copa Paulista desacreditado após praticamente um ano sem vitórias e o rebaixamento no Paulistão. Mas Max Sandro, juntamente com o elenco e a nova gestão do clube, conseguiu resgatar o orgulho do torcedor. Com um time ‘barato’ e repleto de garotos, o treinador tirou próximo do máximo de seus jogadores e comandou a equipe mais surpreendente da competição, jogando de igual para igual contra clubes de investimento bem maior, como o XV de Piracicaba. A vaga em uma competição nacional não veio, mas o treinador mostrou que pode recolocar o São Caetano nos trilhos das boas campanhas.

Ruan (São Caetano)

Ruan foi um dos garotos a ter uma sequência no time titular do São Caetano - Foto: Divulgação/São Caetano

 

Para finalizar a seleção do campeonato, temos a revelação. Um dos vários garotos oriundos das categorias de base do São Caetano e utilizados para compor o elenco do time principal, Ruan ganhou destaque na competição. Meia de origem, o jovem de 20 anos começou a Copa Paulista como reserva, mas ganhou espaço ao ser deslocado para a lateral esquerda, onde foi muito importante para o Azulão justamente no apoio ofensivo. O garoto retornou ao time sub-20 para a disputa das fases finais do Paulistão da categoria e pode ser ainda mais importante para o São Caetano na Série A2 do ano que vem. 

Contagem de votos

Goleiro:
Thomazella (Portuguesa) - 3 votos
Igor Bohn (Botafogo) - 2 votos
Júnior Oliveira (São Bernardo FC) - 1 voto

Lateral-direito: 
Eduardo Diniz (São Bernardo FC) - 3 votos
Rodrigo (Botafogo) - 2 votos
Thiaguinho (São Caetano) - 1 voto

Zagueiros:
Renan Diniz (São Bernardo FC) - 5 votos
Diego Guerra (Botafogo) - 4 votos
Raphael (EC São Bernardo) - 1 voto
Leandro Amaro (São Bernardo FC) - 1 voto
Diego Sacomam (Portuguesa) - 1 voto

Lateral-esquerdo:
Pará (São Bernardo FC) - 3 votos
Ruan (São Caetano) - 1 voto
Martineli (Botafogo) - 1 voto
Lucas Pires (Santos) - 1 voto

Meio-campistas: 
Rodrigo Souza (São Bernardo FC) - 6 votos
Christianno (São Caetano) - 5 votos
Damasceno (São Caetano) - 2 votos
Cesinha (Portuguesa) - 1 voto
Cesinha (São Bernardo FC) - 1 voto
Marzagão (Portuguesa) - 1 voto
Vitinho (São Bernardo FC) - 1 voto 

Atacantes:
Bruno Michel (Botafogo) - 5 votos
Caio Mancha (Portuguesa) - 4 votos
Portuga (São Caetano) - 4 votos
Chuck (EC São Bernardo) - 4 votos
João Carlos (São Bernardo FC) - 1 voto

Treinador:
Max Sandro (São Caetano) - 5 votos
Márcio Zanardi (São Bernardo FC) - 1 voto

Revelação: 
Ruan (São Caetano) - 2 votos
Dudu (Botafogo) - 1 voto
Bruno Michel (Botafogo) - 1 voto
Garcez (Taubaté) - 1 voto
Lucas Pires (Santos) - 1 voto

Craque: 
Rodrigo Souza (São Bernardo) - 4 votos
Bruno Michel (Botafogo) - 1 voto
Caio Mancha (Portuguesa) - 1 voto