Escanteio SP
Facebook Escanteio SPTwitter Escanteio SPInstagram Escanteio SP

Mesmo com um a menos, Ponte Preta segura São Bernardo na Copa Paulista

A Macaca ficou quase todo o segundo tempo com 10 em campo

Redação Publicado em 28/11/2020, às 17h01

O atacante Grafite foi o principal nome do Bernô
O atacante Grafite foi o principal nome do Bernô - Gabriel Goto/São Bernardo FC

E pela terceira vez na Copa Paulista, Ponte Preta e São Bernardo se encontraram, porém, desta vez o jogo era válido pelas oitavas de final. A partida, que ocorreu no estádio Moisés Lucarelli, terminou com empate de 1 a 1.

Primeiro tempo equilibrado e com dois gols de pênalti

A primeira etapa foi de alto nível. Tomando inicialmente a atitude no jogo, a Ponte foi quem chegou inicialmente no gol rival. Em um dos principais lances da Macaca, Canhota ficou de frente ao gol, finalizou com a perna direita, mas não conseguiu acertar o gol.

Após os primeiros 15 minutos, o Bernô, que atuou de forma reativa, tentou ir atrás do gol, mas pouco assustou o goleiro pontepretano.

No entanto, aos 43 minutos de jogo, o atacante Matheus, da Ponte Preta, foi empurrado por Rodrigo Souza na área e o juiz marcou pênalti. O próprio Matheus cobrou o penal no canto do gol e abriu o placar para a Macaca.

Cinco minutos depois, Grafite também foi derrubado na área e sem hesitar o árbitro apontou para a marca penal. O atacante Johnny cobrou no canto e empatou para o Bernô.

Macaca fica com um a menos, sofre pressão, mas consegue segurar o empate

O dia do atacante Matheus foi do céu ao inferno em menos de 30 minutos. Autor do gol da Ponte Preta, foi expulso, aos oito minutos da segunda etapa, após escorregar e acertar o tornozelo do Grafite.

Aproveitando o homem a mais, o Bernô mudou a forma de jogar e começou a dominar a partida e tendo boas oportunidades para virar o jogo. O principal nome do São Bernardo na segunda etapa foi o Grafite, que usou toda sua velocidade para criar as chances de gol do Tigre. Nos últimos minutos, a equipe bernardense cansou e pouco ameaçou o goleiro Romário

Entretanto, mesmo estando com um a menos e sofrendo uma constante pressão, a Ponte Preta não se abateu e chegou a assustar, com boas finalizações e uma bola na trave, o goleiro Gabriel Gasparotto - que teve que operar um pequeno milagre no último lance da partida.

Próximo confronto

O jogo da volta entre as equipes será na próxima quarta-feira, também às 15h00, no estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo.