Escanteio SP
Facebook Escanteio SPTwitter Escanteio SPInstagram Escanteio SP

Portuguesa reencontra torcedor com derrota, mas elimina o CAV e avança na Copa Paulista

Lusa volta a jogar com público presente no Canindé depois de 589 dias; partida de volta das quartas de final termina em 1 a 2

Felipe Leite e Lorenzo Meyer Publicado em 26/10/2021, às 22h02

Portuguesa deve enfrentar seu adversário nas semis já neste final de semana
Portuguesa deve enfrentar seu adversário nas semis já neste final de semana - Lorenzo Meyer/Escanteio SP
Depois de 589 dias longe do Canindé, os mais de 1190 torcedores puderam testemunhar e comemorar uma classificação da Portuguesa. Na noite desta terça-feira, a equipe comandada por Alex Alves perdeu para o Votuporanguense, por 1 a 2, mas ainda assim garantiu uma vaga nas semifinais da Copa Paulista.
 
Isso porque a partida de ida entre os dois times ocorreu no último sábado e terminou com o placar de 3 a 0 para o clube da capital.
 
Os gols do jogo foram marcados por Caio Mancha, para a Lusa, além de Diego Dentinho e Israel, em favor do CAV.
 

O jogo

A primeira chegada do confronto ocorreu logo no primeiro lance, em cruzamento perigoso de Julinho que quase achou Caio Mancha. Pouco depois, foi a vez de Léo Castro assustar a meta de Talles com uma bomba de fora da área, que acabou sendo bem defendida pelo goleiro.
 
Aos 19, no entanto, o CAV não conseguiu segurar. Cesinha fez belo cruzamento e Caio Mancha, de cabeça, mergulhou para inaugurar o marcador: 1 a 0.
 
 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Portuguesa de Desportos (@portuguesaoficial)

O restante da etapa inicial, porém, não foi de boas notícias para a Lusa. William Magrão sentiu lesão e teve que ser substituído por Igor Bahia; já Marzagão, depois de revisão do VAR, foi expulso de campo pelo árbitro.
 
No segundo tempo, mais baixas para a Portuguesa. Diego Sacomam deixou a partida no intervelo e deu lugar a Marco, enquanto Danilo Pereira sentiu contusão com a bola rolando e foi substituído por Miguel Augusto.
 
Os 45 minutos finais viram o Votuporanguense ameaçar um pouco mais, muito por conta da vantagem numérica. Alan Lopes, em cobrança de falta, e Eduardo Melo, em chute na pequena área defendido por Thomazella, chegaram com perigo. 
 
O empate do CAV saiu dos pés de Rafael Verroni. O camisa 6 avançou pela lateral e cruzou rasteiro para dentro da área. Diego Dentinho se jogou na bola e conseguiu empurrar para o fundo das redes: 1 a 1.
 
No finalzinho do jogo, Israel ainda conseguiu virar a partida em favor do Votuporanguense, mas nada que tirasse ou sequer ameaçasse a classificação da Portuguesa. Após o apito, a torcida entoou no Canindé o grito "não é mole não, Copa Paulista é mais que obrigação".