Escanteio SP
Facebook Escanteio SPTwitter Escanteio SPInstagram Escanteio SP

Veja 25 jovens que podem se destacar na Copa Paulista

Torneio tem sido um celeiro de bons jogadores nas últimas temporadas

Lorenzo Meyer Publicado em 20/09/2021, às 12h57

Daniel Bonassa é um dos jovens destaque do Primavera
Daniel Bonassa é um dos jovens destaque do Primavera - Foto: Lucas Rato / EC Primavera

A Copa Paulista sempre é responsável por revelar e dar destaque a jogadores jovens. Aproveitando a aposta de vários clubes em atletas de pouca idade, mas que devem receber minutos em campo, o Escanteio SP listou 25 atletas de até 23 anos que podem se destacar nesta edição do torneio. 

Patrick (Portuguesa)

Patrick tem se destacado pela Lusa - Foto: Dorival Rosa/Portuguesa

 

Aos 22 anos, o zagueiro tem uma forte concorrência no setor defensivo da Lusa, mas, aos poucos, foi ganhando a confiança de Fernando Marchiori e da torcida rubro-verde, tanto é que hoje é titular absoluto do time na Série D. Com a eliminação da Lusa na Série D, a presença de Patrick na Copa Paulista é certa. Apesar da idade, tem ótimo senso de posicionamento e é veloz para a posição.

Pablo (Juventus)

Pablo é titular absoluto do Juventus  - Foto: Ale Vianna/C.A.Juventus

 

Aos 22 anos, é o pilar da defesa do Juventus e não sai do time desde que assumiu a titularidade na Copa Paulista de 2020. É um zagueiro alto e ágil que, ao contrário de muitos jovens na posição, comete poucos erros tanto na defesa quanto na saída de jogo.

Hyago (Taubaté)

Hyago tem 21 anos - Foto: Caíque Toledo/EC Taubaté

 

Zagueiro de 21 anos, Hyago está no Taubaté desde o sub-17 e fez parte da ótima campanha da equipe no Campeonato Paulista sub-20 de 2020, competição em que o Burro da Central parou nas quartas de final para o Corinthians. O defensor se destaca pelo seu senso de posicionamento e velocidade. Integra o time principal do Taubaté desde 2018 e tem dois gols, um deles na A2 deste ano.

 

Vinícius Martyr (Atibaia)

Vinícius tem quase 50 jogos pelo Falcão - Foto: Gustavo Muniz/SC Atibaia

 

Com passagem pelo futebol português, Vinícius Martyr faz parte do elenco profissional do Falcão desde 2018. Aos 23 anos, o lateral-direito está próximo de completar sua 50ª partida pelo clube e deve ser o titular da posição ao longo do torneio. Tem como principais características o passe e o apoio ofensivo, mas também demonstra um bom senso de cobertura na defesa. 

Dayvidson (Rio Claro)

Dayvidson atua pelo Rio Claro - Foto: Agbara Photosports

 

Lateral-direito de 20 anos, Dayvidson está no time profissional do Rio Claro desde 2018 e fez uma boa Segunda Divisão em 2020 pelo União Barbarense. O garoto se destaca pelo apoio ofensivo, técnica e velocidade. Chegou a ter algumas oportunidades ao longo da ótima campanha na Série A2 e deve ser um dos pilares do Galo Azul na Copa Paulista.

Ynaiã (Velo Clube)

Ynaiá defendeu o Taubaté em 2020 - Foto: Bruno Castilho/E.C Taubaté

 

Aos 22 anos, o garoto revelado pelo América-MG e com passagem pelo Santos volta ao futebol paulista, onde atuou profissionalmente pelo Taubaté em 2020. Veloz e com habilidade para cruzar ou arrematar com as duas pernas, o lateral-direito deve ser o titular do Velo Clube ao longo da Copa Paulista. 

Gustavinho (São Caetano)

Gustavinho chegou ao São Caetano em abril - Foto: Divulgação/ADSC

 

Com passagens pelos times sub-15, sub-17 e sub-20 da Portuguesa Santista, Gustavinho teve boas participações nas duas últimas edições da Segunda Divisão, defendendo VOCEM e Jabaquara, respectivamente. O jovem de 23 anos foi titular do São Caetano na estreia da Copa Paulista e é cobrador de pênaltis. Apesar da pouca idade e da posição, tem cinco gols na carreira profissional.

Marco (Portuguesa)

Marco tem apenas 20 anos - Foto: Dorival Rosa/Portuguesa

 

Cria da própria Lusa, o lateral-esquerdo chegou a receber algumas chances como titular no decorrer da primeira fase da Série D, mas perdeu espaço nos últimos duelos da competição. Pode recuperar a posição na Copa Paulista. Tem apenas 20 anos e se destaca pela sua força física, além da velocidade e apoio ofensivo.

Buchecha (Taubaté)

Buchecha se destaque por sua versatilidade - Foto: Caíque Toledo/EC Taubaté

 

Um dos pilares do Burro da Central na ótima campanha no Campeonato Paulista sub-20 de 2020, quando o time parou nas quartas de final para o Corinthians, Buchecha passou pelas categorias de base de Capivariano e Audax antes de chegar ao Taubaté. Nesta temporada, o jogador de 21 anos já participou de 15 partidas e tem como principal característica a versatilidade, tanto é que pode atuar na lateral direita e no meio-de-campo. 

Cristian Renato (Juventus)

Cristian Renato apareceu bem na última Série A2 - Foto: Ale Vianna/C.A.Juventus

 

Ganhou a vaga de titular durante a Série A2 pelo desempenho ruim dos veteranos e foi o melhor volante do time. É um primeiro-volante clássico, com ótima marcação e saída de bola, e também pode atuar como zagueiro por conta da altura e do porte físico. Tem 21 anos.

Daniel Bonassa (Primavera)

Daniel Bonassa é um dos destaques do Primavera - Foto: José Luis Silva/ Paulistão

 

Em sua segunda temporada no Primavera, o volante de 21 anos foi peça fundamental no histórico acesso para a Série A2 no primeiro semestre. Jogador com ótima capacidade de marcação e vigor físico, mas que se destaca no passe e pisa na área rival, Daniel Bonassa foi um dos premiados no Troféu JUP Escanteio SP e deve se manter como um dos pilares do time de Ademir Fesan.

Igor Feijão (Primavera)

Igor Feijão passou pela base da Ponte Preta - Foto: Ponte Press

 

Com passagens pela base de Goiás e Ponte Preta, Igor Feijão estava no Bangu nas últimas duas temporadas. Forte fisicamente, mas com boa técnica, o volante foi uma das contratações do Primavera para a Copa Paulista.

Jair (Votuporanguense)

Jair apareceu bem pelo CAV na Série A3 - Foto: Rafa Bento/CAV

 

Alternando boa capacidade de passe e combatividade para fazer desarmes, o volante apareceu bem no Votuporanguense durante a última Série A3, onde fez 16 jogos. Aos 20 anos, a tendência é de que ganhe ainda mais destaque durante a Copa Paulista.

Gabriel Caetano (Botafogo)

Gabriel Caetano é titular do time principal do Fogão - Foto: Botafogo-SP SA

 

Nascido em Ribeirão Preto, o garoto de 19 anos apareceu bem justamente na Copa Paulista de 2020. Ele ganhou a vaga de titular do meio-de-campo do Botafogo durante a Série C deste ano e se tornou um dos atletas mais regulares da equipe. Com a a eliminação no Brasileiro, deve novamente disputar a Copa Paulista. 

Vinícius Diniz (Votuporanguense)

Vinícius Diniz fez uma grande Série A3 pelo CAV - Foto: Rafa Bento/CAV

 

Camisa 10 de origem, Vinícius Diniz passou atuar como segundo volante, um camisa 8, sob o comando de Rogério Corrêa na Série A3. Mais recuado, o jogador de 22 anos cresceu de produção, ditou o ritmo do meio-de-campo e foi um dos principais jogadores da ótima campanha do CAV na competição. Ganhou o Troféu JUP Escanteio SP de revelação da Série A3 e já estreou na Copa Paulista com gol.

Nathan (Juventus)

Nathan fez bons jogos pelo Juventus na Série A2 - Foto: Ale Vianna/C.A.Juventus

 

É o mais próximo de um camisa 10 clássico que existe no futebol paulista além da elite. Nathan ainda busca seu primeiro gol no time principal, mas é um catalisador sempre que está em campo, esbanjando controle de bola e qualidade de passe. Além disso, ele tem aprimorado seu apoio na marcação para não ter suas oportunidades limitadas. Possui 22 anos. 

Isac Nascimento (Noroeste)

Isac passou pela base da Ponte Preta - Foto: Ponte Press

 

Destaque no sub-17 do XV de Jaú, o lateral/meia atuou no sub-17, sub-20 e sub-23 da Ponte Preta. Aos 21 anos, o jogador fez sua estreia no futebol profissional pelo Noroeste na derrota para o São Bento. Ele atuou como meia. Tem como principais características a velocidade, a força no chute e o drible. 

Nicolas Prado (Votuporanguense)

Nicolas atuano no Votuporanguense - Foto: Rafa Bento/CAV

 

Com cinco anos na base do Athletico Paranaense, o meia, que pode atuar também como segundo volante, foi o camisa 10 do Votuporanguense na estreia da Copa Paulista. Ele se destaca pela técnica, visão de jogo e boa capacidade de passe, sempre buscando deixar os atacantes na cara do gol. Tem 21 anos. 

Kayan (São Bento)

Kayan é um dos destaques do time do São Bento - Foto: Neto Bonvino/ECSB

 

Aos 20 anos, o garoto já havia recebido alguns minutos no Paulistão, mas se credenciou a titular do São Bento na Série D, após a chegada de Paulo Roberto Santos. Meia com ótimo drible curto, visão de jogo e técnica apurada, Kayan se tornou um dos pilares do time sorocabano. 

Israel (Votuporanguense)

Israel é uma das revelações do Votuporanguense- Foto: Rafa Bento/CAV

 

O atacante de 20 anos foi o talismã do Votuporanguense na Série A3. Foram 11 partidas, apenas oito como titular, e três gols. Veloz, mas com presença de área para marcar gols, Israel é outro que deve ganhar mais espaço na equipe do CAV para a Copa Paulista. Já fez um golaço na Copa Paulista. 

Vitinho (Rio Claro)

Vitinho já defendeu o ABC-RN - Foto: Divulgação/RN

 

Podendo atuar tanto como ponta quanto centroavante, Vitinho chega ao Rio Claro após se destacar pelo Santa Cruz de Natal no Campeonato Potiguar. O garoto de 20 anos marcou cinco gols em 12 jogos e ajudou o modesto time a chegar na decisão da Copa do Rio Grande do Norte, o segundo turno do estadual. 

Adriano Napão (Primavera)

Adriano Napão passou pela base do Santa Cruz - Foto: Divulgação/Santa Cruz

 

Camisa 9 com presença de área, o jogador de 21 anos soma passagens pelas categorias de base de Santa Cruz e Coritiba. Nesta temporada, Adriano Napão já passou por Souza-PB e Salgueiro-PE, marcando cinco gols em 17 jogos.

Samuel Ethor (Primavera)

Samuel Ethor tem 20 anos de idade- Lucas Rato/Primavera

 

Mesmo com 20 anos, Samuel Ethor já tem dois acessos na Série A3 em sua carreira: pelo Velo Clube em 2020 e pelo Primavera em 2021. Versátil e veloz, o atacante pode atuar nas duas pontas ou centralizado, no comando do ataque. Na última Série A3, participou de 20 dos 21 jogos do Primavera e marcou três gols. Já passou pela base do Atlético-MG. 

 

Coutinho (Atibaia)

Coutinho apareceu bem no Taubaté, em 2020 - Foto: Divulgação/SC Atibaia

 

Aos 20 anos, o meia-atacante apareceu bem nas quartas de final da Série A2 de 2020 pelo Taubaté, quando enfrentou justamente o São Bento. Apesar da eliminação com o Burro da Central, Coutinho agradou e foi contratado pelo Bentão, onde foi um dos destaques do time na Série C do mesmo ano. Veloz e driblador, o meia perdeu espaço nesta temporada no São Bento, mas chega ao Atibaia com status de titular da equipe. 

Dudu Hatamoto (Botafogo)

Dudu tem apenas 18 anos - Foto: Divulgação/Botafogo

 

Aos 18 anos, Dudu Hatamoto é um dos jogadores mais promissores do futebol paulista. O garoto franzino que tem um talento enorme para driblar e finalizar de forma colocada se destacou justamente na Copa Paulista do ano passado. Nesta temporada, chegou a marcar contra o São Paulo no Paulistão, mas sofreu com uma lesão e busca novamente sequência para mostrar todo seu talento. 

+ Apoie o Escanteio SP e receba indicações de apostas em competições do futebol paulista