Escanteio SP
Facebook Escanteio SPTwitter Escanteio SPInstagram Escanteio SP

XV vence, mas Marília conquista classificação para a final da Copa Paulista

Nhô Quim venceu por 1 a 0 em Piracicaba, porém perdeu por 3 a 2 no placar agregado

Redação Publicado em 16/12/2020, às 17h06 - Atualizado às 19h00

None
- Foto: Divulgação/Marília AC

O XV de Piracicaba novamente bateu na trave em busca dos objetivos da temporada. Nesta quarta-feira, pelo jogo de volta das semifinais da Copa Paulista, o Nhô Quim recebeu o Marília após derrota por 3 a 1 fora de casa e venceu somente por 1 a 0, acabando eliminado do campeonato.

Com o empate sem gols em Piracicaba, o MAC venceu por 3 a 2 no placar agregado e chegou pela primeira vez à final da Copa Paulista, superando a campanha de 2003, em que caiu nas semifinais. A equipe da Alta Paulista enfrenta Portuguesa ou São Bernardo na decisão e já garantiu vaga no cenário nacional, seja na Copa do Brasil ou no Campeonato Brasileiro Série D.

Para o XV, a campanha termina com mais uma eliminação dolorosa. O Alvinegro Piracicabano caiu nas semifinais em três dos últimos quatro campeonatos que disputou: a Copa Paulista deste ano, além das Séries A2 de 2020 e 2019.

Pressa atrapalha o XV no primeiro tempo

Precisando devolver a vitória por dois gols de diferença em casa, o XV de Piracicaba entrou em campo com postura bastante ofensiva, mas não conseguiu transformar a superioridade em gols. Com urgência para atacar, a equipe de Moisés Egert acabou abusando dos erros, principalmente de passe, e foi para o intervalo sem abrir o placar.

O Nhô Quim chegou a balançar as redes aos 12 minutos de jogo, porém o gol foi anulado pela arbitragem. Após cruzamento de Samuel Andrade, o zagueiro Renan Dutra cabeceou no canto de Igor Castro, porém o assistente marcou impedimento do camisa 4.

Retornando de contusão, o centroavante Tito foi bastante participativo na primeira etapa apesar de ter passado em branco. O artilheiro do XV levou perigo em chute de fora da área aos sete minutos e exigiu boa defesa de Igor Castro em finalização rasteira.

Do outro lado, o Marília não se preocupou muito com o ataque. Gustavo Nescau e Luan Gama exigiram duas boas defesas de Vitor Prada, porém o foco estava na retranca armada por Guilherme Alves, que deu o resultado esperado na primeira etapa.

Marília perde, mas avança

Buscando uma forma de superar a defesa do MAC, Moisés Egert realizou sua primeira substituição já no intervalo, colocando o centroavante Victor Sapo no lugar do ponta Jajá, que teve atuação apagada no primeiro tempo.

No decorrer do segundo tempo, também entraram no XV Potiguar, Fabrício, Kauan e Fraga, porém foi um titular que abriu o placar no Barão de Serra Negra. Aos 34 minutos, Fabinho recebeu de Potiguar na grande área e finalizou cruzado, rasteiro. O goleiro Igor Castro encostou na bola, mas não o suficiente para evitar o primeiro gol da partida.

O gol marcado deu uma injeção de energia no Alvinegro Piracicabano, que continuou atacando e acabou perdendo o gol de empate aos 40 minutos justamente com Tito. Artilheiro do time na Copa Paulista, o camisa 9 recebeu de Potiguar na grande área, ficou de frente para o goleiro, mas finalizou muito mal, desperdiçando a última boa chance do time.

XV de Piracicaba 1 x 0 Marília

Data: 16 de dezembro de 2020, quarta-feira
Horário: 15h00
Local: Estádio Barão de Serra Negra, Piracicaba, SP
Árbitro: Salim Fende Chavez
Assistente 1: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
Assistente 2: Evandro de Melo Lima

Gol: Fabinho (XVP)

XV de Piracicaba: Vitor Prada; Cleiton Savedra (Fraga), Renan Dutra, Douglas Marques e Jonathan (Kauan); Samuel Andrade (Fabrício), Matheus Silva (Potiguar) e Guilherme Garré; Fabinho, Jajá (Victor Sapo) e Tito
Técnico: Moisés Egert

Marília: Igor Castro; Denis Leite, Arthur Gaúcho, Geninho e Diogo Calixto; Felipe Cordeiro (Dionathan), Júnior Santos e Léo Couto; Orlando Júnior (Marcos Vinicius), Luan Gama (Eric Di Maria) e Gustavo Nescau (Lucas Lino)
Técnico: Guilherme Alves